Você sabe o que é hipertensão pulmonar?

hipertensão pulmonar

Sabe o que é hipertensão pulmonar? Esse tipo de hipertensão marcado pelo aumento desproporcional da pressão arterial pulmonar acomete mais as mulheres, entre 20 e 40 anos, e normalmente tem seu diagnóstico tardio. Essa é  uma condição que merece sua atenção.

Falta de ar com esforços cada vez menores, cansaço prologado, vertigem e desmaios podem ser indícios sérios. Sendo um sinal de sobrecarga do seu coração

Entenda abaixo no que consiste essa condição, quais são os principais sintomas e causas dessa doença e como se prevenir. Além disso, veja o que fazer diante do diagnóstico positivo da hipertensão pulmonar.

O que é hipertensão pulmonar?

Hipertensão pulmonar é uma doença marcada por alterações que impossibilitam a passagem de sangue pelas artérias e veias pulmonares. Uma obstrução relacionada ao aumento desproporcional da pressão das artérias do pulmão. 

E como isso acontece?

A troca gasosa, ou seja, a oxigenação do sangue e a eliminação do gás carbonico acontece pelos pequenos vasos pulmonares, com acesso do lado direito do coração. Depois de sair do coração, o sangue deve passar pelos pulmões para receber oxigênio, passagem esta que é realizada através da artéria pulmonar até os vasos pulmonares cada vez menores.

A pressão desses vasos pulmonares é baixa, uma vez que, em casos normais, não é necessário muito esforço para transpor o sangue através dos pulmões. 

Em casos de hipertensão pulmonar, como dissemos, a pressão arterial pulmonar eleva substancialmente, desenvolvendo uma resistência ao fluxo sanguíneo. Se o sangue não passa, o coração precisa trabalhar com mais força, o que sobrecarrega o lado esquerdo do coração, responsável por bombear o sangue por todo o corpo. Isso porque o bombeamento precisa ser ainda mais intenso para empurrar o sangue pelas artérias do pulmão. E essa obstrução faz com que o sangue se acumule.

Com o tempo, essa sobrecarga causa excessivo cansaço, vertigem e até desmaios. Além disso, toda pressão presente no lado direito do coração causa um aumento elevado de tamanho, o que pode levar a um quadro de insuficiência cardíaca. 

Causas da hipertensão pulmonar

Existem vários mecanismos causadores da hipertensão pulmonar. Sendo a insuficiência cardíaca esquerda uma das causas mais comuns. Além de outras doenças de insuficiência cardíaca.

Outro forte fator responsável pelo desenvolvimento da condição, e que já vem sendo bastante discutido, é o uso de medicamentos e toxinas presentes em remédios para emagrecimento. Ou mesmo o uso de anfetaminas e cocaína. 

Além disso, pessoas portadoras de doenças autoimunes como HIV, esquistossomose, anemia falciforme, entre outras podem desenvolver a hipertensão arterial pulmonar. Fatores hereditários também são responsáveis pelo desenvolvimento da doença. Porém, as causas dessas mutações genéticas ainda não são conhecidas pela medicina. 

E quando as causas não podem ser identificadas, o diagnóstico é de hipertensão arterial pulmonar idiopática.

Esse caso também maior incidência em mulheres do que em homens, em uma proporção de 2×1 em mulheres com relação a homens.

Quais são os principais sintomas de hipertensão pulmonar?

O principal sintoma percebido em pessoas com hipertensão é a falta de ar quando realizam esforço. O que tende a se intensificar com o tempo com relação a cada vez menores atividades.

Por exemplo, um paciente que se queixava de falta de ar ao fazer uma caminhada de alguns quarteirões passa a ter o mesmo sintoma intensificado apenas ao subir alguns degraus. 

Além disso, também faz parte dos sintomas:

  • Forte perda de energia;
  • Tontura;
  • Cansaço progressivo;
  • Dores no peito;

Esses e outros sintomas, principalmente a fraqueza e fadiga, ocorrem porque os tecidos do corpo não estão mais recebendo a quantidade necessária de oxigênio. 

Além disso, podem ocorrer tosses e inchaços nas pernas. Sendo esse último um forte indicativo de insuficiência cardíaca direita.

Diagnóstico e o que fazer caso ele aconteça

Antes de tudo é importante reforçar que somente profissionais médicos podem realizar o diagnóstico. Sendo assim, em hipótese alguma, você pode concluir o reconhecimento da hipertensão pulmonar através deste ou qualquer outro conteúdo online. 

Normalmente o diagnóstico da hipertensão pulmonar é realizado através de avaliação médica, cateterismo cardíaco, radiografias do tórax, ecocardiogramas e eletrocardiogramas.

Enquanto a radiografia do tórax revela uma possível expansão na artéria pulmonar, o ecocardiograma e eletrocardiograma detectam alterações no lado direito do coração. Se percebido que a pressão está elevada, exames mais profundos serão pedidos, como o cateterismo cardíaco.

Nesse ponto é importante também salientar que nem toda elevação de pressão arterial caracteriza a hipertensão pulmonar. 

Como funciona o tratamento?

Ainda não há cura para hipertensão pulmonar, mas existem tratamento eficazes que aliviam os sintomas, reduzem a mortalidade e trazem qualidade de vida aos pacientes. 

Esses tratamentos envolvem vários medicamentos que visam suprir o oxigênio, ajudando o coração a trabalhar melhor ao dilatar os vasos sanguíneos. Porém, o uso desses medicamentos pode variar conforme cada caso e causas da doença.

Em casos de pessoas com hipertensão pulmonar com baixo nível de oxigênio no sangue é preciso administrar o uso contínuo de tubos nasais ou máscaras de oxigênio, medida que visa reduzir a pressão nas artérias pulmonares. E outros remédios como diuréticos e anticoagulantes servem de apoio para amenizar os sintomas.  

Fora a medicação, alguns fatores de mudanças de comportamento do paciente também são essenciais para o tratamento. Como mudança de hábitos alimentares, redução de sódio, eliminação total de cigarro, incentivo de hábitos saudáveis e principalmente evitar maiores esforços físicos

Para saber mais sobre outras doenças cardiovasculares, dores no peito e o que elas podem significar, baixe nosso guia completo abaixo:

E para mais informações de tratamento e novas pesquisas na área de doenças cardíacas, não deixe de conferir nosso artigo: Pesquisa sobre coração: conheça descobertas promissoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Blog