Eletrocardiógrafo: tudo o que você precisa saber para escolher certo

O eletrocardiograma é um importante exame para identificar doenças do coração. Também conhecido como ECG, o exame é realizado pelo eletrocardiógrafo, tecnologia que avalia e registra os batimentos do coração.

E é sobre esse equipamento que nós iremos falar neste artigo. Leia e entenda como se dá o uso dele por especialistas, descubra ainda como escolher e conheça as mais novas opções de eletrocardiógrafos do mercado. Continue!

O que é um eletrocardiógrafo

O eletrocardiógrafo avalia a atividade elétrica do coração. Ele é composto por diversos cabos com eletrodos que, conectados à pele do paciente, capturam o desempenho do coração e o registra no ECG.

É importante lembrar que a atividade elétrica significa a variação na quantidade de íons de sódio dentro e fora das células musculares cardíacas.

Logo, o uso do eletrocardiógrafo é indicado especialmente para checkups, mas também para pessoas com suspeita de doenças cardiovasculares ou pacientes que tenham histórico de danos no coração.

Ou seja, o eletrocardiógrafo auxilia tanto na detecção de patologias quanto na identificação de tendências na alteração da função cardíaca.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, o exame realizado no eletrocardiógrafo investiga:

  • Dores no peito
  • Doença nas artérias coronárias, que irrigam o coração
  • Avaliação pós infarto do miocárdio
  • Suspeita ou avaliação de arritmias
  • Cardiopatias congênitas, presentes desde o nascimento
  • Insuficiência cardíaca, que é o enfraquecimento do coração
  • Miocardiopatia – ocorre quando o coração fica inflado
  • Síncope – perda abrupta dos sentidos.

Apesar da conexão do eletrodo no tórax do paciente, o eletrocardiógrafo é um equipamento totalmente seguro, pois não existe risco de choque elétrico e, por ser simples, não contém contra indicação.

Como escolher um eletrocardiógrafo

O ECG, exame registrado pelo eletrocardiógrafo, é bastante simples e rápido. Mas, como deu para perceber no tópico anterior, ele é tão útil que a sua recomendação é frequente para portadores de doenças cardiovasculares.

Em vistas disso, é essencial saber escolher o melhor eletrocardiógrafo para a condição do paciente, para a qualidade técnica do hospital ou clínica, assim como o grau de confiabilidade e precisão que é passado ao médico. 

Confira algumas dicas para acertar na aquisição do equipamento!

1 – Durabilidade e resistência

Durabilidade e resistência é um dos principais critérios quando o assunto é tecnologia para saúde. Por isso, é importante conferir os padrões mínimos de qualidade e confiabilidade dos equipamentos, que devem ser adaptáveis para quaisquer situações e ambientes de assistência médica.

Apesar de ser geralmente utilizado em ambientes clínicos para procedimentos de rotina e eletivos, nada impede que o eletrocardiógrafo seja utilizado em situações de emergência e urgência, para avaliação cardíaca de uma vítima, por exemplo.

2 – Portabilidade

Em consonância ao critério anterior, é imprescindível que o peso e a ergonomia do eletrocardiógrafo contribuam para a sua portabilidade. Isso confere mais autonomia para o técnico ou médico responsável pelo exame em hospitais, clínicas e em home care, por exemplo.

Além da importância de ser compacto e leve, é muito importante que o eletrocardiógrafo também posso funcionar sem a necessidade de energia elétrica e que possa durar horas sem a necessidade de nova recarga. Além disso também é relevante que o equipamento possua entrada USB para conectá-lo a outros dispositivos digitais para perfeita conectividade no armazenamento e compartilhamento de dados.

3 – Interface amigável

Como já ressaltamos aqui, nem sempre o eletrocardiógrafo é utilizado em situações amenas em que o técnico ou médico pode manuseá-lo com tranquilidade. E, ainda que assim seja, o equipamento precisa ser intuitivo e levar em conta a necessidade de leiturabilidade ágil de quem o administra, além do sistema intuitivo e que possa ser operado tanto por touchscreen como por botões de fácil manuseio.

4 – Suporte para treinamento de uso

Não adianta ter um equipamento com excelente eficiência técnica se a equipe não sabe utilizar. Por isso, por mais que a interface seja amigável, o treinamento de uso garante segurança aos profissionais e a manutenção de padrões mínimos de avaliação e registro de ECG. Por isso é importante que a empresa desenvolvedora da tecnologia disponibilize também s apresentação do sistema através de modo DEMO para  treinamento e aprimoramento da equipe, além de ser uma forma de apresentar outras características que o equipamento de ECG possui.

Eletrocardiógrafos da CMOS Drake

Agora que apresentamos sobre os eletrocardiógrafos, vamos te apresentar um pouco da família Elisha de eletrocardiógrafos da CMOS Drake, uma inovação tecnológica em exames e diagnósticos. 

Os equipamentos possuem design moderno com opções de telas de 5,6” a 10,4” com impressão de até 12 canais.

Com conectividade via USB e SD Card, são fáceis e práticos na conexão com outros tipos de equipamento como PC, tablet ou notebook, assim como no armazenamento e na transmissão de dados digitais do eletrocardiograma.

Leves, portáteis e com bateria de alta duração garantem portabilidade e flexibilidade de manuseio. Principalmente para profissionais e técnicos que precisam levar o eletrocardiógrafo para diferentes eventos e ambientes, tal como profissionais de emergência ou de medicina do trabalho em situações remotas.

Além de tudo isso, os eletrocardiógrafos da família Elisha oferecem cabo paciente 12 vias para realização simultânea de diversas derivações do traçado do ECG.

Mas, mais do que excelentes características físicas, o eletrocardiógrafo da CMOS Drake conta com uma tecnologia de filtragem adaptativa e algoritmo de análise que proporcionam maior precisão no diagnóstico automático de ECG e suporte na detecção de marcapasso de duplo polo.

Quer saber mais? Confira o link e conheça mais sobre a linha de eletrocardiógrafo CMOS DRAKE. Você também pode esclarecer eventuais dúvidas e descobrir como adquiri-lo para seu hospital ou clínica médica. Clique aqui ou ligue para (31) 3547-3969.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Blog