Cardioversor Bifásico – em que situações ele deve ser utilizado

cardioversor quando utilizar

O cardioversor, também conhecido como desfibrilador/monitor ou cardiodesfibrilador, é o mais completo e versátil modelo de equipamento para atender a emergências cardíacas.

Ele é capaz de realizar as funções de um desfibrilador, de um DEA, e ainda é capaz de tratar uma gama maior de arritmias cardíacas que esses outros, através da cardioversão, realizar o tratamento da bradicardia, através do tratamento pelo seu parâmetro de Marcapasso externo, e ainda fazer a monitorização de diversos sinais vitais do paciente. (Entenda a diferença entre a cardiversão e a desfibrilação  e entre desfibrilador e cardioversor).

Nesse artigo trazemos informações sobre os principais usos e ambientes para o cardioversor:

Confira aqui quem pode manusear o cardioversor

1 – Uso em situações emergenciais

Nesse tipo de situação, a utilização do cardioversor é indicada para auxiliar na identificação da arritmia, demonstrando com exatidão o local de origem no coração. Dessa forma, o profissional socorrista poderá aplicar o tratamento mais preciso.

Nesse sentido, o médico escolherá entre aplicar a cardioversão, a desfibrilação ou o marcapasso. Então, o cardioversor será utilizado de forma terapêutica, utilizando os pulsos elétricos para reorganizar o ritmo cardíaco, evitando maiores problemas.

Assim sendo, o cardioversor pode ser utilizado tanto em adultos como em crianças, em qualquer lugar, garantindo precisão e versatilidade.

2 – Uso em situações eletivas

Nos casos em que o uso do cardioversor é programado, é possível aplicar tratamentos por cardioversão ou desfibrilação. Dessa forma, os tratamentos são agendados mediante a identificação de arritmias por meio de exames de rotina.

Da mesma forma, o cardioversor pode ser utilizado seguramente em adultos ou crianças, desde que os pré-requisitos como o jejum e anestesias sejam empregados. Com isso, é possível reorganizar o ritmo cardíaco, evitando que quadros mais perigosos se desenvolvam.

3 – Monitoramento dos sinais vitais

Nesse tipo de aplicação, o cardioversor pode monitorar os sinais vitais de um paciente em rotina clínica, desde queseja operado por um profissional capacitado. Ou seja, os parâmetros podem ser solicitados de acordo com a necessidade da utilização.

Ou seja, o Cardioversor é o equipamento indicado para diversas situações e ambientes, tais como:

  1. CTIs – para o monitoramento dos sinais vitais dos pacientes. 

  2. Clínicas e Hospitais – para o monitoramento durante cirurgias e tratamentos com sedação; onde ele também atua em eventuais emergências.

  3. Clínicas cardiológicas – para uso em procedimento cardiológicos programados, para tratamento de determinadas arritmias;

  4. UTIs móveis e unidades de resgate – para uso em situações de emergências.

Conheça o Cardioversor bifásico VIVO

O cardioversor VIVO da CMOS DRAKE é um aparelho leve, portátil e multifuncional, capaz de facilitar o atendimento de emergências, garantindo tratamento e monitoramento precisos. Desse modo, é possível adaptar o equipamento à qualquer paciente.

Por meio da utilização do modo infantil, o cardioversor VIVO limita a carga a ser aplicada a 50 joules. Além disso, as pás de choque invasivas possibilitam que o aparelho seja utilizado também em pacientes neonatal.

O aparelho pode ser facilmente configurado pelas teclas emborrachadas no painel frontal, garantindo facilidade e segurança ao usuário. O maior diferencial do cardioversor VIVO é a possibilidade de acrescentar novos parâmetros conforme as necessidades do ambiente.

Desse modo, o aparelho já conta com a cardioversão, desfibrilação, ECG e software para drogas e ventilação. Os parâmetros podem ser alterados e acrescentados em upgrades futuros.

Confira aqui a lista de todos os parâmetros que você pode adicionar.

Os alarmes sonoros e visuais de emergência facilitam na hora de identificar uma ocorrência.

Confira no vídeo abaixo todos os detalhes e diferenciais desse equipamento completo, compacto e versátil.

Agora que você conhece mais sobre o Carcioversor, confira também o que avaliar na hora de comprar para cada tipo de ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Blog