3 dicas para otimizar sua gestão de equipamentos médicos

Os equipamentos médicos são ferramentas importantes para o setor de saúde, pois são responsáveis por auxiliar em diagnósticos, tratamentos e na qualidade de vida dos pacientes. Por isso, fazer a gestão desses itens de forma correta é fundamental.

Dessa forma, os profissionais responsáveis por esses equipamentos precisam montar rotinas de gestão para garantir o bom funcionamento dessas máquinas. A fim de garantir que tudo funcione de acordo com os parâmetros dos órgãos reguladores.

Além disso, por meio desses cuidados é possível aumentar a vida útil desses equipamentos, fazendo com que eles operem por mais tempo. Mas antes de saber como gerir os equipamentos médicos, é necessário entender seu conceito. Veja a seguir:

Equipamentos Médicos

Os equipamentos médicos são qualquer tipo de máquina tecnológica que tem como função principal auxiliar os profissionais da saúde a realizarem diagnósticos e a tratar os pacientes, prezando pelo seu conforto e qualidade de vida.

Os aparelhos podem ser divididos em diversas categorias. Portanto, abarcam desde as máquinas de raios X, que auxiliam no diagnóstico, até os monitores cardíacos e respiratórios acoplados ao paciente durante o tratamento.

Dessa forma, por causa de sua importância, criar uma rotina de gestão de equipamentos médicos é essencial para os tratamentos oferecidos. Além disso, uma gestão de qualidade pode influenciar diretamente o custo de manutenção de clínicas e hospitais.

Sendo assim, para otimizar os processos de gestão de equipamentos médicos existem algumas dicas que podem ser seguidas pelas equipes responsáveis. Algumas delas são:

1 – Treinamentos constantes

A primeira dica para otimizar a gestão de equipamentos médicos é realizar treinamentos regulares com os funcionários que manuseiam os aparelhos.

Além de garantir que os materiais sejam operados de forma correta e segura para os pacientes, esses treinamentos possibilitam aos funcionários reconhecerem pequenos problemas e defeitos da máquina.

Nem sempre os responsáveis pela operação das máquinas são capacitados para realizar reparos ou regular o equipamento. Portanto, parte essencial desses treinamentos deve ser como reconhecer as falhas no sistema.

Além disso, os colaboradores devem estar preparados para entrar em contato com a assistência técnica responsável e providenciar o reparo. Pois, a infraestrutura do local pode não oferecer as ferramentas necessárias e/ou os profissionais com o conhecimento para avaliar a extensão dos problemas.

Realizar essas tarefas rapidamente é primordial para o bom funcionamento da clínica ou hospital. Por isso, acionar a assistência técnica com celeridade garante o bom funcionamento do equipamento e reduz os custos com manutenção e novos equipamentos.

2 – Parcerias

Outra dica para otimizar a gestão de equipamentos médicos é realizar parcerias com outros hospitais e clínicas de saúde.

Pois, os equipamentos são maquinários que exigem um grande investimento por parte dos compradores. E para manter o bom funcionamento, elas precisam ser utilizadas com regularidade. Isso porque os aparelhos que passam grande parte do tempo ociosos e/ou subutilizados têm maiores chances de apresentarem alguma forma de falha.

Além disso, pode diminuir consideravelmente sua vida útil. Dessa forma, obrigando a troca da máquina e, consequentemente, aumentando os custos da empresa com seus equipamentos médicos.

Por meio das parcerias firmadas com outras clínicas e hospitais, pacientes de outras instituições podem utilizá-los. Com isso, evita-se que as máquinas hospitalares fiquem ociosas. O aproveitamento ainda desses equipamentos por outras instituições gera uma fonte de renda extra para os gestores.

Mas vale lembrar que todas as parcerias devem ser firmadas em contratos assinados pelas partes envolvidas. Nesse documento deve constar qual equipamento médico será utilizado, em quais dias os atendimentos serão feitos e quantos pacientes serão atendidos.

Outros pontos importantes que devem estar estabelecidos em contrato são os valores e de quem é a responsabilidade com os gastos com manutenção.

3 – Terceirização

A fim de otimizar a gestão de equipamentos médicos, uma das dicas mais comuns é a terceirização do serviço. Esse tipo de solução tem sido escolhido pela capacidade de reduzir os custos com manutenção de equipamentos.

O serviço é realizado por uma equipe de profissionais especializados na manutenção desses equipamentos hospitalares. Essas empresas têm a capacidade de elaborar os planos de manutenção corretiva e preditiva das máquinas.

Nesses planos constam com que frequência os profissionais técnicos devem visitar as instituições e avaliar os aparelhos. Além disso, eles estão capacitados para regular as máquinas de acordo com as diretrizes impostas pelos órgãos regulamentadores.

A terceirização do serviço de manutenção diminui os gastos com os equipamentos, isso porque, as constantes visitas garantem o bom funcionamento das máquinas. Já que possibilita que pequenas falhas sejam corrigidas, impedindo que elas se transformem em grandes panes.

Quando a manutenção dos equipamentos médicos é bem feita, ela garante que os atendimentos médicos atendam todas as normas sanitárias. Além disso, os serviços terceirizados podem oferecer relatórios atualizados da situação dos equipamentos médicos. Com isso, os gestores podem acompanhar a evolução da máquina e se prepararem para uma eventual substituição.

Assim, é possível diminuir os impactos desses gastos na administração da instituição e o espaço de tempo entre a compra de equipamentos é maior. Já que a manutenção constante permite que a compra de novos equipamentos seja programada. O que permite que clínicas e hospitais possam conseguir os recursos financeiros necessários para a compra antes que o equipamento atual deixe de funcionar.

Dessa forma, com a terceirização, a instituição pode se certificar de que o atendimento aos pacientes é feito da forma mais segura, passando confiabilidade para as pessoas que são atendidas pela instituição.

CLIQUE AQUI e conheça nossa lista de equipamentos médicos. Se tiver qualquer dúvida sobre as máquinas, nossos especialistas estão prontos para entrar em contato e conversar com você!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Blog