Bomba de infusão: quais os modelos mais indicados para cada situação?

Escolher uma bomba de infusão pode se tornar uma tarefa bastante difícil em razão dos diferentes usos a que se destinam e aos diversos modelos disponíveis no mercado.

Sendo um dispositivo médico essencial para o fornecimento de nutrientes e medicamentos para o corpo do paciente, adquirir o dispositivo certo é de extrema importância.

Por isso, neste artigo, falaremos sobre os diversos modelos de bombas de infusão, além de esclarecer as situações nas quais cada tipo é mais indicado. Dessa forma, você será capaz de escolher o aparelho que melhor atenda as suas necessidades. Vem com a gente!

 

Bomba de Infusão Enteral

 

A bomba de infusão enteral é um dispositivo conhecido por controlar o tempo e a quantidade de nutrição que um paciente recebe durante a sua alimentação.

Isso ocorre pelo procedimento chamado de alimentação enteral, que é quando o médico insere um tubo no trato digestivo do indivíduo para que sejam fornecidos os nutrientes líquidos e os medicamentos necessários ao corpo.

Sendo assim, esse tipo de procedimento é utilizado em pacientes que não podem se alimentar normalmente, seja por alguma lesão ou condição que dificulte a digestão.

O tubo pode ser inserido em diversos locais, como no nariz, estômago ou intestino delgado. De modo geral, as bombas de alimentação são precisas e geralmente vêm equipadas com uma bateria de longa duração a fim de evitar falhas eletrônicas.

Os outros modelos que se conectam através do acesso endovenoso são chamados de bombas de infusão parenteral.

 

Bomba de Analgesia Controlada pelo Paciente (PCA)

 

A bomba PCA pode ser controlada pelo paciente através de um botão e é usada geralmente para administrar uma infusão contínua de medicamento com o objetivo de aliviar a dor, sendo os remédios mais comuns a morfina e o demerol.

Esse tipo de bomba é muito utilizado em casos de doenças crônicas, como o câncer, ou em situações de pós-operatório.

Portanto, a grande vantagem da bomba PCA é a facilidade de manter um nível consistente de analgésicos no corpo do paciente, amenizando a sua dor e o mantendo relaxado durante o processo de recuperação.

 

Bomba de Insulina

 

A bomba de insulina é utilizada por diabéticos do tipo 1 e tem um tamanho pequeno, podendo ser transportado facilmente pelos pacientes. No aparelho, há uma linha que leva a insulina diretamente ao corpo do indivíduo, onde a ponta da linha, conhecida como cânula, é encaixada abaixo da pele.

O cateter deve ser trocado a cada dois ou três dias, podendo ser manuseado pelo próprio paciente. Muitos preferem a bomba em vez da seringa, por ser um procedimento indolor. Além disso, a bomba proporciona um maior controle da doença, já que é utilizada a insulina de ação rápida, que flui com maior firmeza no sistema do diabético.

Dessa forma, a bomba de insulina proporciona aos pacientes uma maior flexibilidade, além de ser a que mais chega perto de imitar a função do pâncreas.

 

Bomba de Infusão de Seringa

 

Esse tipo de bomba regula a taxa de administração de fármaco através de uma seringa. A sua composição é formada por componentes mecânicos que controlam uma seringa padrão, podendo ser menores até mesmo do que um controle remoto.

Uma das maiores vantagens da bomba de seringa é a sua precisão na hora de injetar um medicamento, o que auxilia na sobrevivência de bebês recém-nascidos e facilita diversos processos de pesquisa na área da saúde.

Os outros modelos que não são de seringa, normalmente são chamados de bomba de infusão de equipo.

Clique aqui e confira mais sobre as bombas de infusão de equipo com principais dicas e cuidados em seu uso.

 

Bomba de Infusão Elastomérica

 

Também chamada de bomba de balão, esse dispositivo é utilizado geralmente para a administração de medicamentos líquidos, como anestésicos, analgésicos, antibióticos e citostáticos.

As bombas elastoméricas são conhecidas pelo seu alto grau de confiabilidade, bem como pela sua taxa de fluxo precisa. Além disso, elas não precisam de manutenção e funcionam de forma independente, sem a necessidade de alguma peça eletrônica ou de bateria, pois funcionam por pressão.

Ela é ideal para pacientes que buscam mobilidade ou para aqueles que se encontram em situação ambulatorial.

 

Bomba Peristáltica

 

A bomba peristáltica funciona através da pressão e deslocamento. Ela é utilizada geralmente para bombear líquidos através de seu tubo, ao contrário da grande parte dos demais modelos.

Esse tipo de bomba possui diversas vantagens, como a técnica de peristaltismo. Essa técnica consiste na travessia do fluido por dentro da carcaça da bomba, na qual uma peça comprime o tubo e direciona o líquido para o seu objetivo.

Dessa forma, a bomba peristáltica é ideal para quem necessita de fluidos estéreis. Além disso, como o interior do dispositivo é seco, não há a necessidade de se preocupar com a bomba de umidade.

Portanto, como a aparelho não necessita de impermeabilização, ela acaba tendo um custo menor do que a bomba de líquido.

Nesse sentido, a bomba peristáltica é muito utilizada em aparelhos médicos, como a bomba de coração, máquina de diálise e máquina IV.

 

Bomba de Infusão Multicanais

 

Esse tipo de bomba é capaz de facilitar a administração de diferentes tipos de medicamentos e alimentação ao mesmo tempo. Isso ocorre, pois alguns modelos obtêm canais duplos ou triplos. facilitando o processo de diversas infusões através de uma única bomba.

Sendo assim, é possível simplificar a carga de trabalho clínico, já que a equipe médica poderá monitorar as infusões administradas pelo dispositivo ao invés de realizar a operação.

Desse modo, eles são muito úteis em UTIs de hospitais, justamente pela capacidade de gerenciamento de múltiplas terapias de infusão e por sua portabilidade.

 

Bomba de Infusão Inteligente

 

A bomba de infusão inteligente possui esse nome por ser capaz de coletar informações (registros de avisos, disparo de alerta, entre outros) e inseri-los em um banco de dados no servidor central.

Dessa forma, elas armazenam informações e também podem se comunicar com outros dispositivos em hospitais e clínicas. Dentro dessa base de dados, há informações de dosagem, como os limites, parâmetros de infusão e as informações específicas de determinado remédio.

Além disso, vários modelos da bomba de infusão inteligente conseguem integrar registros de saúde eletrônico de hospitais e clínicas. Outra grande vantagem desse tipo de bomba é a possibilidade de captação de informações para uma análise futura, enriquecendo a biblioteca de dados sobre determinado medicamento.

 

Bomba de Infusão Universal

 

A bomba de infusão universal é aquele modelo capaz de realizar, num mesmo aparelho, administração de dieta e medicação via enteral e parenteral.  Geralmente são bombas de equipo. Os modelos mais avançados desse tipo de bomba, são também do tipo inteligente, com armazenagem de dados e inúmeras possibilidades e modos de infusão e configuração.

Dentre as bombas de infusão universal, elas ainda podem ser do tipo de equipo dedicado, ou de equipo universal, o que a torna ainda mais atrativa dinâmica e com excelente custo-benefício e facilidades no dia a dia da gestão hospitalar.

Confira aqui nesse artigo exclusivo, mais detalhadamente as diferenças entre a bomba de infusão de equipo universal e de equipo dedicado. Além de dicas de qual comprar e por quê.

 

Como foi visto acima, há diversos modelos de bombas de infusão no mercado e cada uma apresenta características específicas a depender da finalidade desejada. Esperamos que este artigo tenha ajudado você a compreender a diferença entre os diversos modelos. Afinal, conhecer sobre essa área que está em constante desenvolvimento tecnológico nunca é demais, não é mesmo?

Agora, aproveite para conhecer a bomba de infusão Yonah, da CMOS Drake, que é um ótimo exemplo de versatilidade e portabilidade, trazendo uma interface intuitiva e possibilitando diversos modos de programação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Blog