Empresas com desfibrilador: garanta segurança e saúde para colaboradores

Empresas com desfibrilador: garanta segurança e saúde para funcionários

A segurança e a saúde no trabalho —  fatores essenciais para a qualidade de vida — estão intimamente associadas e devem estar presentes em um ambiente corporativo, garantindo proteção e bem-estar aos colaboradores. E aempresas com desfibrilador são mais bem preparadas para oferecer esses benefícios aos seus colaboradores.

Cabe ressaltar que, apesar de segurança e saúde no trabalho estarem intimamente conectadas, são ciências diferentes. Por isso, cada qual requer tratamentos especializados, com seus instrumentos de intervenção.

E como mencionamos brevemente, as empresas com desfibrilador contam com uma ferramenta poderosa para proteger seus colaboradores de episódios cardíacos inesperados.

Neste artigo você vai saber sobre os cuidados que as empresas devem ter com a saúde e a segurança de seus colaboradores. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é Segurança do Trabalho?

Podemos definir segurança do trabalho como uma série de medidas que colaboram para minimizar, ou mesmo evitar, alguns acidentes que podem ocorrer no trabalho e as doenças ocupacionais consequentes.

Sendo assim, as principais funções da segurança do trabalho são:

  • prevenção de acidentes;
  • prevenção de incêndios;
  • promoção da saúde.

Como evitar episódios de acidentes no ambiente de trabalho?

É fato que a melhor forma de impedir acidentes em ambientes de trabalho é seguir o que manda a lei no que diz respeito às normas de segurança. No entanto, existe um tipo de prevenção que pode ser vista como uma medida eficaz para evitar futuros problemas.

Assim, fazem parte da prevenção algumas práticas diárias como forma de impedir acidentes, bem como adquirir equipamentos e materiais para que, em caso de necessidade, estejam sempre à mão e possam ser utilizados. Dessa forma muitos acidentes podem ser evitados ou mesmo contornados com sucesso.

Confira algumas dicas de como prevenir acidentes no horário de trabalho:

  • manter-se atento a qualquer tarefa delegada e saber quais os possíveis riscos;
  • evitar expor os colaboradores a qualquer tipo de perigo, alguns acidentes ocorrem por imprudência do próprio colaborador ou mesmo pela empresa que não prevê nenhum tipo de risco;
  • manter o local de trabalho o mais organizado e limpo possível. Esse cuidado pode evitar acidentes laborais, como escorregões que podem resultar em quedas e acidentes mais sérios;
  • fornecer equipamentos de segurança para os colaboradores quando necessário, como protetores auriculares, máscara de proteção, luvas, entre outros;
  • manter kits de primeiros socorros e equipamentos médicos de atendimento emergencial, como um DEA (Desfibrilador Externo Automático) para assistir os funcionários em caso de necessidade, bem como equipes preparadas para o atendimento.

E as empresas com desfibrilador estão um passo à frente das que ainda não adquiriram o equipamento!

Qual a importância de manter um desfibrilador na sua empresa?

O DEA ou Desfibrilador Externo Automático é um aparelho eletrônico capaz de fazer um diagnóstico automático de fibrilação, arritmias cardíacas e taquicardia ventricular.

Além disso, ele pode reverter o problema por meio da desfibrilação — que é uma aplicação de corrente elétrica no paciente para conter a arritmia e colocar o coração no compasso, com seus batimentos normalizados.

No caso de parada cardíaca, o desfibrilador é o único tratamento rápido e eficaz capaz de fazer o coração voltar ao ritmo normal. Seu uso nos primeiros minutos, antes da chegada do resgate especializado, aumenta em muito as chances de sobrevivência do paciente. O DEA faz a leitura (análise automática do paciente) e indica se há necessidade ou não do choque, aplicando-o. Além disso, ele pode solicitar a realização de manobras de compressões torácicas, popularmente conhecidas como massagens cardíacas, que também são muito importantes para manter o fluxo sanguíneo e auxiliar na efetividade desse atendimento inicial, que chamamos de pré-hospitalar.

É importante lembrar que uma vítima de parada cardíaca, se for socorrida no 1º minuto, tem cerca de 90% de chances de sobreviver. Do contrário, suas chances podem diminuir vertiginosamente. Por isso, a importância de um socorro rápido por meio do DEA.

Cada minuto de espera em uma parada cardíaca diminui em 10% as chances de sobrevida, tendo enorme ação nas expectativas de vida do paciente. Como a chegada de ambulâncias de resgate, ou do paciente até o hospital mais próximo, podem demorar muito mais que alguns minutos, empresas com desfibrilador podem salvar vidas e dar muito mais tranquilidade e segurança para seus colaboradores no dia a dia.

A segurança do trabalho, seja em indústria, comércio, pequenas e grandes empresas, deve abranger a aquisição do DEA, entre outros equipamentos utilizados para proteção dos colaboradores. Dessa forma, os colaboradores se sentem mais valorizados e se tornam mais satisfeitos e produtivos.

Qual a ação dos Desfibriladores Externos Automáticos (DEA)?

Os Desfibriladores Externos Automáticos (DEA) são automáticos e foram projetados justamente para prestarem o atendimento emergencial em ambientes fora dos hospitais, pois realizam o diagnóstico do ritmo cardíaco e indicam se a desfibrilação será necessária. Tudo isso de forma automática; sem a necessidade da presença de um médico ou especialista para interpretar o ECG (eletrocardiograma).

O equipamento foi concebido para ser manipulado em situações de emergência em que os operadores não são treinados nos chamados suporte de vida avançado, o que ocorre com bombeiros, agentes policiais e paramédicos.

Por isso, o seu uso é tão importante, justamente antes da chegada desses profissionais. Leigos treinados podem operar o equipamento, pois seu uso é simples, 100% seguro e autoexplicativo.

O que diz a lei sobre empresas com desfibrilador?

Você sabia que, de acordo com a lei, locais e empresas com circulação acima de 1500 pessoas, já são obrigados a manterem o DEA à mão, caso haja necessidade? Na verdade, essa medida nada mais é do que um compromisso com a vida.

Em alguns estados e municípios essa regra é mais rigorosa, sendo a partir de 500 pessoas; enquanto, em outras localidades, a obrigatoriedade do desfibrilador é determinada pelo tipo de espaço e de empresas (como academias, meios de transporte, clubes, entre outros), independente da circulação diária.

No entanto, empresas de médio e pequeno porte também devem tê-lo, visto que ninguém está livre do problema. Essa necessidade de manter um desfibrilador nas empresas se torna ainda maior para empresas situadas em locais distantes.

Isso porque, nesses locais tudo é mais longe, desde um serviço médico de atendimento de emergência até um resgate. E nesses casos é evidente: o tempo é extremamente precioso!

Na verdade, trata-se de uma medida de segurança que deveria ser aplicada por qualquer perfil de empresa, tendo em vista que, nesses casos, os primeiros socorros são determinantes. Afinal, são episódios cardíacos dos quais ninguém está livre, e buscar medidas de proteção pode evitar o pior em variados casos.

No caso de empresas do setor da indústria, desfibriladores, assim como equipamentos de proteção individual (EPI), como botas, luvas, óculos de segurança, capacete, avental, entre outros, são itens obrigatórios e indispensáveis.

São medidas de segurança que não devem ser deixadas de lado pelos gestores, uma vez que são essenciais para a proteção dos colaboradores em ambientes que apresentam maiores riscos.

Como você pode conferir neste artigo, adquirir um DEA para sua empresa vai garantir mais segurança, tranquilidade e satisfação para os seus colaboradores. Pense que, a cada 40 segundos, um brasileiro morre devido a problemas cardíacos. E sabemos que, com um desfibrilador por perto, garantindo um atendimento rápido com uma elevada taxa de sobrevivência, esse índice podem ser diferente.

Entendeu o real valor das empresas com desfibrilador? Continue se informando mais lendo: 10 boas práticas de Segurança do Trabalho e o que não podem faltar na empresa

Quer aproveitar e conhecer mais o Desfibrilador da CMOS Drake, empresa pioneira em DEA na América Latina?  Clique aqui e sabia mais e descubra como é fácil e vantajoso levar um para sua empresa.