Estima-se que no Brasil as doenças cardiovasculares levem a óbito cerca de 300 mil pessoas ao ano. Os fatores para o seu desenvolvimento abarcam desde históricos familiares, defeitos congênitos no coração e, principalmente, práticas ruins adotadas na vida diária. O infarto acontece quando uma das artérias, que leva o oxigênio para o coração, fica entupida, levando a um colapso. Contudo, a revisão dos nossos hábitos pode nos levar a sermos mais resistentes ao infarto.

Pensando em melhorar a sua qualidade de vida e cuidar melhor de sua saúde, evitando as chances de um ataque cardíaco, conheça cinco hábitos importantes que você deve adotar:

 

1 – Tenha o controle de seu peso

Um dos fatores de risco para um ataque cardíaco é a obesidade. Quanto mais gordura acumulada, maiores as chances de ocorrer um infarto. Para que seja considerado saudável, o perímetro abdominal deve ser inferior a 94 cm para os homens e 80 cm para as mulheres. Ter o peso correto para a sua altura e idade faz com que o organismo trabalhe de uma maneira melhor, sem estar sobrecarregado.

Um organismo saudável atua para que o coração, pulmões e articulações trabalhem com qualidade, além de fazer com que a pressão arterial diminua. Por isso, esteja sempre de olho no peso, marque uma consulta com um nutricionista e defina uma dieta possa nutrir o seu corpo da melhor maneira.

 

2 – Crie o hábito dos exercícios físicos

Um hábito muito importante na prevenção de doenças do coração é manter o corpo sempre em movimento. As atividades físicas são um dos principais pilares para ter a saúde em ótimo estado. O importante é encontrar um tipo de exercício ou esporte que melhor te agrade e que esteja de acordo com a capacidade de seu corpo.

O melhor para o coração são exercícios de alta intensidade realizados em pequenas séries, são os chamados exercícios cardio. Fazer meia hora de atividade física assim todos os dias, deixa o coração mais preparado e em melhor capacidade de funcionamento. Não se esqueça de fazer o descanso necessário, o corpo também precisa deste tempo.

 

3 – Tenha controle sobre a hipertensão

Resultado da nossa má alimentação, sedentarismo e da vida intensa de ansiedades e pressões, a hipertensão tem ganhado mais espaço na população. E o pior, cada vez mais cedo. Hoje se pode dizer que ela é a doença crônica que mais mata em todo o mundo. Ela faz com que os vasos sanguíneos no coração fiquem mais apertados e que o músculo faça mais força para trabalhar corretamente.

Tudo isso leva à sobrecarga do coração e o aumento da intensidade pode levar a ataques cardíacos. Quanto mais idade a pessoa tiver, mais chances da hipertensão ser nociva a ela. O ideal é que se tome corretamente a medicação e que se consulte periodicamente em um cardiologista.

 

4 – Diminua a quantidade de açúcar

O açúcar é essencial para que o corpo tenha a energia para a manutenção de suas atividades. Contudo, quando ele está em excesso no corpo, pode levar ao diabetes mellitus e também ao aumento de chances de ter um ataque cardíaco. Toda a atenção deve ser dada no consumo de alimentos processados, refrigerantes e doces.

 

5 – Diminua a quantidade de sal

Já o sal amplia as possibilidades de infarto porque muito sódio no sangue faz com que as artérias se estreitem. Sem espaço para fazer com que o sangue circule corretamente, elas exercem mais pressão nas paredes e podem se romper. A grande questão com o sal e o açúcar não é eliminá-los completamente das dietas, mas sim fazer um consumo consciente e moderado desses itens.

 

Conheça mais sobre o assunto e dicas relacionadas a problemas cardíacos em nosso blog.

Nós somos a CMOS DRAKE, desenvolvemos tecnologia em equipamentos para salvar vidas.

A cada 40 segundos um brasileiro morre devido a problemas cardíacos. Termos a missão de levar um Desfibrilador ao alcance de todos os brasileiros, e também trazemos aqui em nosso blog conteúdo informativo sobre o tema e dicas de saúde e cuidados com o coração