CENTRAL DE VENDAS (31) 3547-3969

Diversos especialistas em tecnologia clínica estiveram presentes no Simpósio de Engenharia Clínica com atualização em Emergências Médicas, promovido pela CMOS DRAKE. O evento foi uma oportunidade para a troca de saberes sobre inovação em saúde entre médicos, enfermeiros, engenheiros clínicos, empresários e profissionais do setor de educação e indústria.

Após a abertura do diretor presidente da CMOS DRAKE, Marco Aurélio Félix, os presentes tiveram a oportunidade de conhecer um pouco sobre a história da ressuscitação cardiopulmonar no Brasil e no mundo, além de se informarem sobre a evolução das técnicas de RCP, por meio dos relatos do médico cardiologista especialista em emergências, Dr. Hélio Penna Guimarães. 

Logo após, o médico cardiologista com MBA em gestão hospitalar, Dr. Ronaldo Vasque, ministrou as conversas sobre “Dinâmica de atendimento avançado na PCR: do engenheiro ao médico, todos são componentes de um time de ressuscitação”. O médico falou sobre a importância de todos os membros de um corpo hospitalar no tratamento de emergências de ressuscitação.

Em seguida, o fisioterapeuta e pneumologista Dênis Corrêa destacou a importância do conhecimento em RCP e sua qualidade, que pode ser mensurada com o uso de dispositivos técnicos que monitoram as compressões, durante a palestra “Uso da tecnologia de feedback como ferramenta de ensino de RCP e proteção ao paciente”.

O evento seguiu com o médico coordenador da CCR Autoban e ViaOeste, Dr. Marcelo Okamura. O profissional demonstrou aos presentes os desafios que os socorristas enfrentam fora do ambiente hospitalar, durante sua palestra “Inovação em medicina pré-hospitalar rodoviária”.

Após a palestra do Dr. Okamura, todos os presentes foram convidados para conhecer as instalações da fábrica da CMOS DRAKE. No local, todos puderam compreender a história e os produtos desenvolvidos pela empresa.

Na volta, foi a vez da exposição do professor e pesquisador Donizetti Louro, que trouxe a temática “Internet das coisas, médicas e hospitalares: desafios e oportunidades”, Louro contextualizou os problemas e benefícios que envolvem o uso da tecnologia na área da saúde.

O engenheiro e presidente da Associação Brasileira de Engenharia Clínica (ABECLIN), Alexandre Ferreli, encerrou o ciclo de palestras com o tema “IoT: Benefícios Futuros na área de Engenharia Clínica”. Na oportunidade, Ferreli explicou a importância da tecnologia para o desenvolvimento de ferramentas auxiliares dos profissionais de engenharia clínica em seus desafios diários.

O Simpósio de Engenharia Clínica com Atualização em Emergências Médicas aconteceu no dia 17 de maio de 2018, na Fundação Dom Cabral.